Como a segurança psicológica pode elevar o protagonismo na sua equipe


As mudanças no ambiente de negócios estão intensificando seus reflexos no mundo corporativo. Em um mundo tão incerto e dinâmico, engajamento e produtividade são desafios constantes para equipes, lideranças e gestores.


O fato é que durante muito tempo (e ainda hoje) a rotina de trabalho é muitas vezes dominada por equipes que não conseguem trabalhar com unidade e orientadas por um líder pouco inspirador. Conflitos, hipercompetividade, falta de comunicação e punição ao erro são presentes na rotina dessas equipes.


Em empresas onde predominam essas práticas, os ambientes tornam-se tóxicos, contribuindo para que os colaboradores gastem sua energia para lutar pela sua sobrevivência e senso de pertencimento no trabalho.


Nesses locais psicologicamente inseguros, quase não existe disposição a mais para que colaboradores pensem em seu autodesenvolvimento e em formas de inovar em seu trabalho. Pessoas ficam esgotadas e o trabalho se torna um ladrão de energia.


Segundo a OMS, o Brasil é o país mais deprimido e ansioso da América Latina e, neste ano de 2020, a depressão será a principal causa de afastamentos do trabalho. E é claro que as organizações têm grande responsabilidade por esses dados.


Por isso, cada vez mais a segurança psicológica tornou-se importante no meio corporativo. Afinal, ela pode ajudar as organizações a criarem ambientes onde as pessoas se tornem protagonistas da sua vida e carreira.


Afinal, como a segurança psicológica pode elevar o protagonismo da sua equipe?


Um grupo se torna produtivo quando se sente seguro para compartilhar experiências e correr riscos com a certeza de que a equipe não rejeitará, punirá ou constrangerá quem expressa as suas opiniões ou ideias, mesmo quando estão em desacordo.


Portanto, segurança psicológica pode ser definida como a capacidade de criar um clima no qual as pessoas se sentem confortáveis para que possam ser quem são, expressando suas ideias e visões de forma tranquila e natural.


Um ambiente de segurança e respeito faz com que as pessoas se sintam protagonistas do ambiente e consequentemente mais à vontade para serem autênticas, criativas e inovadoras. Nesse cenário, colaboradores percebem que podem contribuir sem serem julgados.


Construir a segurança no ambiente de trabalho começa a partir da preocupação com o bem-estar coletivo. Para cultivar uma organização onde todos se sintam seguros e valorizados, é preciso dar uma atenção especial às relações entre as pessoas.


Nesse processo, identificar pontos fortes e fracos entre a equipe é essencial. Mas não apenas isso. Criar um espaço onde as pessoas estejam confortáveis para dar e receber feedbacks é importante para que melhorias aconteçam.


A fim de que essas ações sejam possíveis, a empresa precisa contar com líderes que criem essa atmosfera acolhedora, conectando isso aos resultados a serem entregues.

CONECTE-SE

CONTATE

RECEBA MEUS CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

© 2020 by Jonnas Lima.